LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUCÓN: TERCEIRO E QUARTO DIAS

IMG_0658

Tínhamos, pela frente, um dia em que a previsão era de chuva. E assim foi. Mas a região de Pucón tem o programa perfeito pra esses dias… as termas!

Decidimos ir pras Termas Geométricas, as mais conhecidas e, talvez, as mais diferentes, pois tem algo além dos banhos termais: a sua arquitetura única.

20180328_180414

Ela é formada por um conjunto de passarelas, todas pintadas em vermelho, que unem várias piscinas térmicas (talvez umas vinte), cada uma com seu tamanho e temperatura. Ao final das passarelas, uma cachoeira de águas frias.

tlIMG_0637

A estrutura das termas é excelente: o visitante chega, paga o ingresso (pagamos CLP $28.000 – o valor do ingresso depende do horário de entrada) e recebe uma toalha e um cadeado, com o qual fecha um dos inúmeros armários disponíveis, onde deixa seus pertences. Ao longo das passarelas, incontáveis vestiários, com armários, além de sanitários. É só escolher um deles para se trocar e deixar as coisas, prestando atenção para a localização, pra depois recolher os pertences.

IMG_0647
Os vestiários…

O local conta também com lanchonete, com opções de quiches, sanduíches e sopas; não é permitido consumir alimentos na área das piscinas.

As piscinas possuem, dentro delas, banquinhos e pequenas arquibancadas em pedra, onde é possível sentar-se calmamente, pra relaxar. Uma placa, afixada do lado de fora, sinaliza a temperatura da água, pra que o visitante possa escolher a que desejar.

tlIMG_0627

E é uma delícia! Chegamos por volta das 12h, já que ela fica um pouco distante de Pucón… cerca de 87 km. E saímos umas 16h. Tempo suficiente pra desfrutar do relaxamento das águas quentes… importante, depois da caminhada intensa do dia anterior.

No dia seguinte, foi dia de conhecer a cidade de Pucón.

Começamos pelo Monasterio Santa Clara de Pucón. O local tem entrada gratuita, mas não tem grandes atrações. Apenas dá uma bonita vista da cidade.

IMG_0671
Vista de Pucón, a partir do Monasterio

De lá saímos para a Playa Pucón. Era feriado de semana santa e as famílias chegavam pra andar de pedalinho e caiaque. O frio do inverno não incentivava o banho no lago.

IMG_0676

IMG_0673

Andamos pela Plaza de Armas, com diversas esculturas de figuras Mapuches, entalhadas em madeira.

tl20180329_122211

Tentamos ir ao Museo de la Cultura Mapuche, mas estava fechado.

Margeamos toda a Baia de La Poza, de onde se tem lindas vistas do Villarrica, de vários ângulos diferentes. Tentamos ir à Penísula de Pucón, mas a área é privada e só moradores tem acesso.

tlIMG_0711

IMG_0877

IMG_0732

IMG_0925

Andamos bastante pelas ruas…

Na primeira foto, o Café Cassis, nosso local preferido pra comer…

… e encontramos os interessantes, e importantes, sinais para alerta de atividade vulcânica… felizmente, estava no verde!

Tomamos o delicioso sorvete de guinda, na tradicional sorveteria D’luisa.

Visitamos o Centro de Artesania, quase vizinho ao Café Cassis.

IMG_0977

tlIMG_0996
Flores em madeira, artesanato típico de Pucón

A dica de comida do dia é o El Localcito, uma pequena lanchonete situada na avenida Bernardo O’Higgins, a principal de Pucón, e que serve empanadas maravilhosas, a um preço justo. Boas pra comer e pra levar.

E encerramos o dia com mais um pôr do sol em La Poza, com direito a lua quase cheia nascendo…

IMG_0756

 

….

POSTS RELACIONADOS:

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUCÓN: A CHEGADA E O PRIMEIRO DIA

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUCÓN: SEGUNDO DIA

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUCÓN: QUINTO DIA

LAGOS ANDINOS NO CHILE – FRUTILLAR

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUERTO VARAS: A CHEGADA E O PRIMEIRO DIA

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUERTO VARAS: SEGUNDO E TERCEIRO DIAS

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUERTO VARAS: QUARTO DIA

RESERVA HUILO HUILO – O REINO ENCANTADO NO CORAÇÃO DA SELVA PATAGÔNICA – PARTE I

RESERVA HUILO HUILO – O REINO ENCANTADO NO CORAÇÃO DA SELVA PATAGÔNICA – PARTE II

…..

* Se quiser ver mais sobre essa viagem, é só visitar os destaques das stories, no nosso perfil no Instagram: @porquesomosdomundo.

**Este não é um post patrocinado. O espírito do blog é de narrar histórias e experiências, de forma que esse escrito reflete unicamente a opinião dos autores.

***Viagem realizada em março de 2018. Valores informados também correspondentes a março de 2018.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s