FLORIDA KEYS – AS ILHAS LIGADAS POR UMA ESTRADA QUE PARECE FLUTUAR SOBRE AS ÁGUAS

Overseas Highway (foto de @alinevas)

A decisão de conhecer as Florida Keys veio de uma viagem já marcada aos Estados Unidos, pra Nova York, num mês de novembro; e a gente tava procurando um outro destino que pudesse encaixar no roteiro… daí surgiu o Everglades National Park (nesse post) e as Florida Keys, ambos parte do Condado de Monroe…

Mas de onde veio a ideia de ir justamente pra esse destino? De uma capa de revista que vimos anos antes, com a foto aérea da Overseas Highway… e porque é um lugar mais quentinho, pra o período em que se aproxima o início do inverno americano…

Leia mais »

COMO AS VIAGENS TRANSFORMAM…

QUADRO 1 - 1

Viajar é transformador. Individual e coletivamente. “Viajar é trocar a roupa da alma”, um clichê tantas vezes repetido. É transformador sim. Pra pessoas e pros lugares.
Pras pessoas, desconheço alguém que transformou pra pior porque viajou.
Mas, pros lugares, o viajar nem sempre é bom. Nós, os viajantes, causamos grande impacto nos lugares aonde vamos, impacto que nem sempre é positivo. Nós, os viajantes, alteramos e destruímos ecossistemas, pra falar de um aspecto.Leia mais »

EVERGLADES NATIONAL PARK – NATUREZA PRESERVADA (E SELVAGEM) PERTINHO DE MIAMI

IMG_0099
As planícies alagadas e gramadas, características do Everglades

O Everglades National Park é o terceiro parque nacional americano (perdendo apenas para o Death Valey e o Yellowstone) e está localizado na Flórida.  Os antigos nativos americanos que viviam ali o chamavam de Pa-Hay-Okee, ou ‘água gramada’, por causa da grama fina que recobre o pântano, a “sawgrass”.

Leia mais »

LAGOS ANDINOS NO CHILE – A MONTAGEM DO ROTEIRO: TRANSPORTE, HOSPEDAGEM E OUTROS DETALHES

IMG_0789
Flor de Copihue (Fotografia de uma flor vermelha, que tem formato de sino. A flor está no cento da foto e do seu lado esquedo, na vertical, e abiaxo, na horizontal, estão dois galhos sem folhas. O fundo da foto está desfocado. No canto inferior esquerdo, em letras brancas, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

Esse post quase não tem fotos (elas estão ilustrando os posts específicos, cujos links de acesso estão ao final). Mas, trazemos, pra abrir, a flor de copihue, uma flor que inspirou lendas mapuches é celebrada tanto na literatura, como na música chilena, e foi oficialmente declarada “flor nacional de Chile” em 1977.

E esse post quase não tem fotos porque a intenção é trazer mais informação, pra ajudar a construir um roteiro para a região dos Lagos Andinos, no lado chileno.É uma região enorme e vai muito além do que visitamos… mas esperamos seja útil aos que pretendem conhecer essa região de paisagens deslumbrantes…

Leia mais »

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUCÓN: QUINTO DIA

IMG_1121
Salto El León (#PraCegoVer: Fotografia de uma cachoeira, que aparece na cor branca (pela altura da queda), no centro da foto, praticamente de alto a baixo. Ao redor da cachoeira, paredões cobertos de vegetação verde escuro. Na parte de baixo da foto, dois arco-íris em meio ao spray da água. No canto inferior esquerdo, em letras brancas, está escrito: @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

O nosso último dia em Pucón, foi dia de cachoeiras…

Começamos pelos Saltos Marimán, que ficam a 16 km de Pucón. O acesso é fácil, já que a entrada fica à beira da estrada. A trilha, pequena, é toda em passarelas de madeira, e é percorrida em poucos minutos. O acesso custa CLP $1500 por pessoa. O local não tem estacionamento, de forma que o carro fica parado na estrada mesmo. Deve ser meio complicado, em dias de muito movimento. Quando chegamos lá, não havia ninguém visitando o local. Apesar de ser bem estruturado, não vimos banheiros.

Leia mais »

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUCÓN: SEGUNDO DIA

IMG_0675
Parque Nacional Huerquehue, em Pucón (#PraCegoVer: Fotigrafia de paisagem. Na parte superior da foto, um vulcão com o topo nevado, em meio a um céu parcialmente encoberto por nuvens. Nos dois terços restantes da foto, montanhas cobertas de vegetação verde escuro, com um lago de cor azul escuro no meio. No canto inferior esquerdo, em letras bancas, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição)

Mais um dia com tempo bom em Pucón, partimos pra o grande desafio da viagem: o Parque Huerquehue.

20180327_123918

O Parque fica a cerca de 35 km de Pucón, com estrada parte em asfalto, parte em terra; e tem transporte público até lá, com a Buses Caburgua (se fizer essa opção, melhor informar-se antes sobre os horários disponíveis, porque, ao que lemos, eles são limitados).

Leia mais »

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUCÓN: A CHEGADA E O PRIMEIRO DIA

IMG_0402
Volcán Villarrica, o ícone de Pucón (#PraCegoVer: Fotografia de paisagem. Na parte superior da foto, céu azul sem nuvens. No meio da foto, um vulcão de cor cinza escuro, em formato de cone perfeito, com neve no seu terço superior; e, ainda, uma pequena fumarola branca saindo para a esquerda. Na parte inferior da foto, vegetação rasteira verde, em solo cinza escuro. Do lado esquerdo, um teleférico de cadeirinhas, em cor verde escuro, cuja estrutura vai em direção à lateral do vulcão. No canto inferior esquerdo, em letras cinza claro, está escrito @porquesomosdomundo. Fim da descrição)

Chegamos a Pucón quando já estava escurecendo e fomos direto ao hotel. Check in feito, fomos ao quarto… quando fui à varanda, vi um céu absolutamente laranja! Não deu nem tempo de pensar. Saímos rápido, pra procurar um lugar pra ver aquele espetáculo. A questão é que o hotel não era exatamente na margem do lago. E cadê saber por onde ir… tínhamos acabado de chegar na cidade e ainda não havíamos nos localizado. Tenta daqui, tenta dali, acabamos conseguindo chegar em um local chamado La Poza, onde as pessoas costumam reunir-se justamente pra apreciar o pôr do sol.Leia mais »