LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUERTO VARAS: SEGUNDO E TERCEIRO DIAS

 

 

IMG_9927
Escultura da Princesa Licarayen, instalada no local conhecido como La Puntilla, em Puerto Varas (#PraCegoVer: Fotografia de paisagem, tendo como elemento principal uma escultura em ferro, vazada, que representa uma mulher, de cabelos longos, com os braços estendidos à frente e algo como um vestido florido que se prolonga na parte posterior do corpo.  O céu, ao fundo, um pouco mais azul do lado esquerdo, mas com muitas nuvens do lado direito. No meio da foto, águas de um lago, com alguns barcos e a silhueta de construções ao longe. Na parte inferior da foto, onde a escultura está fixada, um piso com desenhos circulares. No canto inferior direito, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

O dia seguinte foi de muita chuva em Puerto Varas. Ficamos na cidade mesmo, andando pelas ruas… visitando lojas, o pequeno shopping que estava abrindo por lá, além de um pequeno mercado de artesanato, que fica na Plaza de Armas.

As ruas de Puerto Varas…

20180322_114943
O mercado de artesanato

No meio das andanças, uma paradinha pra um café no Café a Pie… uma vendinha simpática, que fica na Calle Techada e é uma ótima pedida pra aquecer, principalmente em dias mais frios.

Calle Techada e Cafe a Pie

A descoberta do dia foi o restaurante Origen, que tinha aberto há pouco tempo. Com uma proposta de comida saudável, tendendo a vegetariana, tem um menu do dia por $5.500 pesos, incluindo entrada, prato principal, sobremesa, chá e pão; além de pratos a la carte, que incluem sanduíches e saladas. A comida é maravilhosa e o ambiente extremamente acolhedor. Virou nosso cantinho de almoço…

O charme do Origen

No dia em que conhecemos, tivemos: para entrada, “sopa fría de palta, pepino e ajo”; plato de fondo, “risoto de mote cítrico”; e postre, “iogurt com chía e frutos rojos”; acompanhado de chá gelado (com um leve gosto de gengibre) e pão caseiro e pebre de la casa. Tudo delicioso!

E as delícias do Origen

E o dia se resumiu a isso… algumas caminhadas e comidinha gostosa…

….

Amanheceu ainda bastante nublado, com pequenas aberturas de sol, mas já quase sem chuva. Decidimos conhecer o Paseo Patrimonial de Puerto Varas, um conjunto de casas e igrejas, que representam a arquitetura dos colonos alemães do final do século XIX. Talvez sejam mais, mas o mapa da cidade mostra 11 casas residenciais, algumas ainda usadas com esta finalidade, em diferentes estados de conservação.

Casas Patrimoniales de Puerto Varas

São duas igrejas, uma luterana e uma católica, esta última, do Sagrado Corazón de Jesús, é um dos ícones de Puerto Varas. Está situada em uma colina, o que permite uma vista da cidade, e tem traços estilísticos do período romântico, embora suas linhas verticais predominantes lhe confiram um aspecto gótico. Nela, se destacam as torres vermelhas, visíveis de boa parte da cidade.

E, pelas ruas, imagens assim…

Pelo caminho, passamos pelo Parque Monte Calvario, que permite belas vistas da cidade.

Parque Monte Calvario

IMG_9903
Iglesia Sagrado Corazón de Jesús, vista do Monte Calvario

Aproveitando uma pequena abertura de sol e céu azul, fomos a um outro ponto marco da cidade: a escultura da Princesa Licarayen. Instalada no local conhecido como La Puntilla, é uma obra de Jaime López, artista boliviano, residente em Puerto Varas. Licarayen é personagem de uma lenda Mapuche, que representa uma princesa que teria sido sacrificada pra aplacar a fúria dos vulcões Osorno e Calbuco. (Teve gente que ficou caidinho por ela… rsrs… piadinha interna…)

O local é especialmente cênico e a escultura, em ferro vazado, permite composições muito bonitas (foto da abertura do post). Pena que o vulcão estava coberto e não permitiu a foto clássica da escultura com ele ao fundo.

Saindo da Puntilla, almoçamos no Origen e seguimos pra conhecer o Museo Pablo Fierro. O local é chamado de museu, mas é diferente de tudo que já vimos.

tlIMG_9976a
Museo Pablo Fierro

No local onde funciona, em frente ao lago, antes era a casa de bomba que canalizava água do Lago Llanquihue. E, num projeto que iniciou em 2002, com o objetivo de preservar a memória das casas e arquitetura da região, depois de alguns desmoronamentos e reformas, tornou-se o que é hoje: um espaço de arte e da memória cultural do sul do Chile. Do lado de fora, a imagem impressiona pela arquitetura e pelos objetos inusitados que estão na fachada e na decoração externa, incluindo carros antigos. Dentro, um sem número de objetos antigos, como artigos de demolição, móveis, luminárias, revistas, placas de automóveis, ferro de passar roupas, máquina de moer café, entre outros, sem qualquer ordem…

No meio de tudo, belíssimos quadros que retratam, com um nível impressionante de detalhes, as casas, ruas e paisagens do sul do Chile, todos de autoria do próprio Pablo Fierro, artista que criou o local, hábil na utilização do lápis pastel (seco) e que recebe pessoalmente os visitantes e apresenta um pouquinho do lugar e de seu trabalho.

IMG_0011

Pablo Fierro, em pessoa, com seus desenhos, sonhos e frases especiais…

O acesso ao museu é gratuito, mas colaborações são muito bem-vindas! E é possível ficar lá o tempo que quiser, tirando foto de muita coisa interessante… ou lendo e escrevendo mensagens… o local guarda um sem número de recadinhos escritos pelo próprio Pablo ou pelos muitos visitantes que passaram por lá…

O Museo fica na Avenida Costanera e tem um pequeno estacionamento ao lado.

Saindo do museu, terminamos a tarde em frente ao lago, com um solzinho tímido, mas ainda sem a visão do Osorno…

IMG_9981

…..

POSTS RELACIONADOS:

RESERVA HUILO HUILO – O REINO ENCANTADO NO CORAÇÃO DA SALVA PATAGÔNICA – PARTE I

RESERVA HUILO HUILO – O REINO ENCANTADO NO CORAÇÃO DA SALVA PATAGÔNICA – PARTE II

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUERTO VARAS: A CHEGADA E O PRIMEIRO DIA

…..

* Este não é um post patrocinado. O espírito do blog é de narrar histórias e experiências, de forma que esse escrito reflete unicamente a opinião dos autores.

**Viagem realizada em março de 2018. Valores informados também correspondentes a março de 2018.

 

LAGOS ANDINOS NO CHILE – PUERTO VARAS: A CHEGADA E O PRIMEIRO DIA

IMG_9795
Volcán Osorno (#PraCegoVer: Fotografia de paisagem. Na parte superior da foto, céu azul celeste, completamente sem nuvens. No meio da foto, um vulcão, em cone perfeito, que aparece azulado por conta da distância, e com topo branco de neve. Na parte inferior da foto, águas de um lago, em azul escuro, com três barcos brancos. No canto inferior esquerdo, em letras brancas, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

Chegamos a Puerto Varas do meio pro final da tarde. Como era final de verão, os dias ainda estavam bem longos. Fomos no hotel, nos registramos, deixamos as malas e voltamos pra rua: era um entardecer lindo e era preciso aproveitar!

E que bom que tomamos essa decisão, porque, a partir do dia seguinte, o tempo não foi muito camarada… nublou, choveu…

Foi o único entardecer que tivemos, em Puerto Varas, com céu limpo. Mas valeu por todos!Leia mais »

RESERVA HUILO HUILO – O REINO ENCANTADO NO CORAÇÃO DA SALVA PATAGÔNICA – PARTE II

IMG_9614
Salto del Puma (#PraCegoVer: Fotografia. Uma parede natural formada por rochas escuras, com a presença de plantas verdes. No meio da fotografia, desce por esta parede uma cachoeira; do lado direito dela, um arco-íris. Abaixo da parede de pedras (onde cai a água da cachoeira) está um poço de tonalidade azulada, onde se forma espuma branca; que tem, no canto inferior esquerdo, pedras escuras e vegetação verde. Na parte superior direita, em letras brancas, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição).

Estávamos na Reserva Huilo Huilo… O dia amanheceu ensolarado! E resolvemos aproveitar!

Iniciamos o dia com o Sendero Hoffman, com cerca de 3,3 km, leva a Puerto Fuy e ao Lago Pirehueico. A caminhada é bem tranquila, em meio ao bosque, margeando o Río Fuy, que, com o dia ensolarado, mostrava todo o seu azul.Leia mais »

RESERVA HUILO HUILO – O REINO ENCANTADO NO CORAÇÃO DA SALVA PATAGÔNICA – PARTE I

IMG_9716
Hotel Nothofagus, na Reserva Huilo Huilo (#PraCegoVer: fotografia da lateral de um prédio construído em madeira, tirada do nível do solo. O prédio, que é um hotel, tem varandas, também em madeira, e janelas em vidro. No fundo, céu branco. Na lateral esquerda, um pouco de vegetação verde. No canto inferior esquerdo, em letras cinza, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

Huilo Huilo é uma reserva particular, no coração da Selva Patagónica, com 100.000 hectares de natureza exuberante, com florestas e bosques, lagos de origem glaciar, cachoeiras, diversos cursos d’água, vulcões e uma extraordinária diversidade biológica, de importância mundial, com um sem número de espécies endêmicas, o maior número de espécies de samambaias do Chile continental e diversas espécies ameaçadas ou em risco de extinção.Leia mais »

NOVA YORK – COISAS PRA FAZER (COM POUCO DINDIM…)

IMG_1245
Manhattan vista do Brooklyn (#PraCegoVer. Fotografia de paisagem urbana. Na parte superior da foto, bem assim nas laterais, folhas cor de terra (do outono) fazem as vezes de moldura. Abaixo das folhas, na horizontal, a seguinte sequência: céu azul, sem nuvens. Mais abaixo, prédios de arquitetura moderna. A seguir, as águas do East River, com um barco ao longe. Após, um calçadão, ladeado por pequenas estacas de concreto, no qual caminham duas pessoas, uma de casaco azul e a outra de casaco preto e ambas de calça. E, por fim, um gramado verde. No canto inferior esquerdo da foto, em letras brancas, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

Nova York é das cidades que impressionam… a qualquer pessoa. É uma profusão de culturas, sotaques, diversidades, possibilidades… é preciso um pouco de organização e um pouco de “se deixar levar”, pra adentrar e compreender, ainda que de forma superficial, a sua grandeza.Leia mais »

Surpresas boas pertinho de Piranhas-AL

00-CAPA2- 20190223_142824
Rio São Francisco (#PraCegoVer: Fotografia de paisagem. Na parte superior, céu azul com nuvens brancas esparsadas. No meio da foto, as encostas de pedra de colinas recobertas de vegetação verde-escura que margeiam o Rio São Francisco. Na parte inferior, o Velho Chico que corre tranquilo por entre algumas rochas existentes no seu curso. No canto inferior esquerdo, a inscrição “Porque Somos do Mundo” na cor branca. Fim da descrição).

Aqui estamos pra segunda parte. Nem demorou, não é mesmo? Então… basicamente, vamos contar neste post um pouco das experiências que tivemos em dois lugares que ficam pertinho de Piranhas: Reserva Ecológica do Castanho (que lugar massa!) e Eco Parque Angicos (trazer impressões sobre a história de Lampião e seu bando de cangaceiros). Aceita o convite? Se sim, por favor acomode-se confortavelmente que a história vai continuar!…

Leia mais »

Piranhas-AL: encantos às margens do Velho Chico

00-CAPA1-20190224_105436
Cidade de Piranhas (#PraCegoVer: Fotografia de paisagem, cidade de Piranhas, Alagoas, vista a partir do alto de uma colina. Na parte superior, nuvens brancas, a silhueta de colinas com vegetação verde-escuro, uma igrejinha branca e sua escadaria que se destacam na parte central e acima de outro morro, e o Rio São Francisco que corre pelo vale entre as colinas em direção ao lado esquerdo da foto. Na parte central destacam-se as casinhas coloridas e seus telhados cor de terra, árvores verdes, uma praça com quadra esportiva e uma praia de rio ao lado dela. Na parte inferior, da direita para o centro da imagem, descendo a colina e em meio à vegetação, há uma escadaria com corrimão nas cores branca e amarela. No canto inferior esquerdo, a inscrição “Porque Somos do Mundo” na cor azul marinho. Fim da descrição).

Piranhas figurava entre aqueles destinos de viagem que a gente paquerava, admirava de longe, paquerava mais um pouco e… até que um dia nós tomamos coragem e pedimos a cidade em namoro. Talvez por estar tão perto de nossa casa, fomos deixando pra depois (atire a primeira pedra quem nunca!…) e o tempo foi passando, passando… nem sabemos dizer quanto!… Alertamos logo: aquela região é fascinante, tanto pelas paisagens, como pelas histórias, pela energia do lugar, pelo banho revigorante no São Francisco, pelas opções turísticas, pela curtição no centrinho histórico de Piranhas, pelas hospedagens surpreendentes!… Vamos descrever algumas coisas em dois posts, mas, pense você também em fazer um pedido de namoro… e terá belas surpresas.

Leia mais »

DIOGO – UMA PAIXÃO POR BANHO DE RIO

20190202_101739
Ponte sobre o Rio Imbassaí (#PraCegoVer: fotografia de paisagem. Na parte superior da foto, o céu azul, com algumas nuvens brancas. No centro da foto, no sentido horizontal, uma ponte metálica verde, sobre um rio com águas de cor caramelo. Por trás da ponte, é possível ver a vegetação verde. No canto inferior esquerdo, em letras cor branca, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

O Diogo é uma paixão antiga. A gente conheceu esse lugar de sossego, que fica no litoral norte da Bahia, há uns bons anos atrás. Estávamos procurando por um canto quieto, pra descansar das atividades do dia a dia, e nos deparamos com esse pequeno povoado, à margem do Rio Imbassaí. À época, o acesso era de chão batido.Leia mais »

FLUTUAÇÃO NO RIO TRISTE – BOM JARDIM-MT

DCIM100GOPROGOPR4474.JPG
Flutuação no Rio Triste (#PraCegoVer: fotografia de um rio, com águas transparentes, de coloração azulada, com fundo de areia clarinha, folhas, pedras e galhos escuros. No canto superior direito, uma pessoa, vestindo calça branca com estampa preta e marrom e colete preto, está flutuando nas águas, com os braços colados ao corpo. No meio da foto, a uma certa distância, uma outra pessoa também flutua na água. No canto inferior direito da foto, em letras brancas, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

No nosso último dia em Bom Jardim, a programação inicial era o Balneário Estivado. Nós passamos por lá, quando estávamos indo para a Cachoeira, e constatamos que era apenas uma estrutura, ao lado de um rio de água transparente. Decidimos, então, aproveitar melhor o tempo, fazendo coisas que não temos em nossa região. E trocamos, pagando a diferença, o Balneário pela Flutuação no Rio Triste.Leia mais »

FLUTUAÇÃO NO AQUÁRIO ENCANTADO – BOM JARDIM-MT

DCIM100GOPROG0134284.JPG
Flutuação no Aquário Encantado (#PraCegoVer: fotografia de um rio, com águas transparentes, de coloração azulada. Nas partes superior e inferior, vegetação de cor verde, que reflete na água em tom verde-broto. No meio da foto, uma pessoa, vestindo bermuda bege, colete azul-escuro e snorkel, está flutuando nas águas, com os braços abertos. No canto superior esquerdo da foto, em letras brancas, a inscrição @porquesomosdomundo. Fim da descrição.)

Chegando no Aquário Encantado (12 km de Bom Jardim), marcamos nossa flutuação pra o primeiro grupo da tarde e fomos almoçar.

Um pouco depois do almoço, fomos chamados a nos equipar, colocando colete e calçado. Da recepção, seguimos em um trator pra o início da trilha. Após uma pequena caminhada por passarelas de madeira, chegamos ao “aquário”. Leia mais »